sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

The Five O'Clock Tea ou Chá das Cinco

Chá das Cinco

Os chineses descobriram o chá, mas foi a rainha Catarina de Bragança, esposa de Carlos II. Em 1662, quando chegou à Inglaterra, ela estava gripada e suas damas de companhia ensinaram os servos do rei a preparar o chá.

O five o'clock tea transformou-se numa instituição britânica, mas foi a consorte portuguesa do rei D. Carlos II a responsável pelo hábito e, principalmente, pela apresentação da geléia de laranja, que se tornou na célebre marmalade.

Acredita-se que a compota de laranja amarga, que se popularizou como marmalade, foi criada a partir de receita da própria rainha portuguesa, natural de Vila Viçosa, onde abundam as laranjas.

Catarina também ficou conhecida por ter ensinado a corte inglesa a substituir o rústico serviço de metal (pratos e canecas) pela fina porcelana chinesa.

No século 19, proliferaram os salões de chá. O cardápio aumentou e a bebida passou a dividir espaço com novidades trazidas pelos navegadores, como o café e o chocolate.

Há séculos que o chá se serve, com pompa e circunstância, num ritual que promete transformar qualquer tarde num momento de convívio social, com muitos e deliciosos sabores à mistura. Embora os tradicionalismos de outrora possam não ser aplicáveis nos dias que correm, servir um chá das cinco é sempre um convite irrecusável.

Enquanto os colonos precisavam se alimentar com fartura, a pausa para o chá era uma oportunidade de mostrar o luxo da prataria combinada com a mais fina porcelana. Menos alimentos eram dispostos à mesa e as regras de etiqueta eram mais rígidas. No chá das cinco, o cardápio segue a mais fina tradição da pastisserie francesa (confeitaria).

Na lista de petiscos que acompanham o tradicional chá inglês - chá preto indiano e fermentado - entram as torradas com manteiga, geléia ou mel, os scones (pães de minuto adocicados), muffins, bolos, biscoitos de diferentes tipos e pãezinhos salgados. Tudo deveria ser servido em pequenas porções, ricamente decoradas.

Primeiro, deve-se comer os sanduíches de queijo, peixe e pepino. Logo após, os scones com geléia de morango e creme. Para finalizar, os delicados doces (pastriesde chocolate, tortas, biscoitos escoceses e bolos galeses. Uma maravilha de fazer inveja a qualquer culinarista.

Outra curiosidade: diferente dos brasileiros, os ingleses tomam o chá com um pouco de leite gelado e açúcar.  Dependendo da origem, ele pode ser servido com fatias pequenas de limão, como é o caso das ervas vindas da China.

O Convite

Da próxima vez que fizer um convite para lanchar, pense duas vezes e reformule esse convite: diga aos amigos que estão convidados para um chá das cinco! Envie um divertido email ou SMS ou pegue no telefone e convoque a família para uma tarde de chá, scones, boa disposição e boa conversa. Coloque um RSVP no convite – para além de dar um toque de elevada importância ao evento, permitir-lhe-á saber exatamente com quantos convidados conta para o chá das cinco. E, tal como o nome indica, marque para as cinco da tarde!
A Decoração

Perfeito para uma tarde de Primavera, Outono ou Inverno, decida onde vai realizar o chá das cinco: no jardim, no pátio, na varanda, na sala de jantar ou junto à lareira? Qualquer local é ideal desde que cada convidado tenha espaço suficiente para colocar a sua chávena de chá e o seu prato de sobremesa, quer seja na mesa de jantar ou numa pequena mesa de apoio. Um centro de mesa, composto por flores ou outros frutos da época é bem-vindo, mas convém que seja baixo. Se optar por um chá das cinco temático ou se a época for de celebração (Natal, aniversário…), a decoração pode ser ainda mais criativa. Marcadores de lugar, velas e música  ambiente ficam sempre bem.

A Mesa

O chá das cinco é considerado um evento requintado, onde nenhum luxo é descurado, ou seja, ponha a mesa com a melhor toalha, sem esquecer os guardanapos de pano, elegantemente dispostos com anéis apropriados. Se não tem um serviço de chá de porcelana antigo, um serviço contemporâneo irá compor a mesa igualmente bem – o importante é que não falte o bule, a leiteira e o açucareiro; uma chávena, pires e colher de chá para cada convidado, assim como um prato de sobremesa e talheres de sobremesa. 


Utilize travessas bonitas para dispor todas as iguarias que preparou para o chá das cinco, caso das tradicionais travessas com três alturas. Se não for de prata, certifique-se apenas que o faqueiro utilizado para servir e tomar o chá dos cinco esteja cintilante.

Os Chás


O chá é o rei desta festa e, por isso mesmo, não deve faltar pelo menos dois tipos de chá: um tradicional que à partida todas as pessoas apreciam (camomila, chá preto ou chá verde) e um chá diferente para animar o paladar e desafiar as provas (pode ser um chá de fruta, de baunilha ou de caramelo, por exemplo). Pode preparar o chá previamente e servir cada um no seu respectivo bule ou então ferver a água, colocá-la em bules e deixar que os convidados preparem o seu próprio chá: basta disponibilizar uma variedade de chá em saqueta ou de folhas soltas. Para além do açúcar para adoçar o chá (granulado ou em cubo), coloque também na mesa leite, mel e fatias de limão – para quem aprecia e para quem vai experimentar pela primeira vez!

O Menu

Tradicionalmente, um chá das cinco é acompanhado de várias e deliciosas iguarias – o chamado “finger food”, ou seja, alimentos que podem ser saboreados à mão. Isto significa que o menu de um chá das cinco deve ser preferencialmente composto por alimentos miniatura: canapés, petit-fours, macaronsbiscoitos variados, queques, madalenas, scones, míni-sanduíches, incluindo ainda bolos fatiados diversos (de café, limão ou cenoura, por exemplo), sem esquecer a manteiga e uma pequena seleção de compotas.

Idéias Diferentes

Servir um chá a um grupo de amigos ou familiares tanto pode basear-se no tradicional chá inglês, como numa versão mais contemporânea do mesmo, com a utilização de chá de flor ou o “flowering tea”, onde o chá se transforma literalmente numa flor depois de adicionada a água quente à chávena. Existem muitas outras idéias para servir um chá original e inesperado: porque não um chá japonês ou um chá marroquino? Divirta-se, prove um pouco de tudo e bom chá!



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | GreenGeeks Review